sexta-feira, 12 de junho de 2015

Preciso falar - Por Francisca Girlene




Acho que vou dar voz às coisas que faço por você em silêncio, mas não se assuste, pessoas "normais" fazem essas coisas mesmo sem perceber. 

Eu já abri a sua janela no watsapp tantas vezes que nem cabem nos dedos das mãos. Eu já me sabotei no meio de uma ligação. Eu já escrevi crônica e poemas. Já vi e revi todas as suas fotos do facebook. Sim, já ouvir centenas de vezes aquela música do Chorão. Já ri trocentas vezes das piadas e bobagens que compartilhamos. 

Acho que devo falar de como quero seu bem, de como torço pelas suas vitórias e por sua felicidade. Preciso contar que não sou muito de telefonar. Não sei dizer “Eu Te Amo”, no máximo sinto “Saudades”, “ ou “Eu Te Adoro”, mas quero que saiba que mesmo aqui de longe eu me sinto perto de ti. Que pode ter a mim para contar suas coisas, e mesmo que já tenha contado mil vezes. Eu vou ouvir! 

Acho que no final das contas não tenho nada de incrível para falar, mas penso que vez ou outra, as pessoas precisam saber o quanto nós  gostamos delas.