domingo, 6 de dezembro de 2015

E daqui a 50 anos? - Por Francisca Girlene



Daqui a 50 anos, eu quero estar ao seu lado segurando a sua mão. Nesta época, já estaremos velhinhos, de rostos enrugados e cabelos brancos. Eu, provavelmente, magrela e você, barrigudinho; eu radiante e você, um tremendo teimoso e cabeça dura.

Sentados na cadeira de balaço, falaremos de nossas vidas, dos filhos que concebemos. Falaremos, ainda, das nossas aventuras e desventuras, dos encontros e desencontros, das descobertas e dos sonhos que desfrutamos. Choraremos e sorriremos muito! 

Nunca esqueça que, longe ou perto, você sempre será meu melhor amigo, aquele que eu amo verdadeiramente, aquele que me ensinou a crescer. Aquele que mesmo de longe não me deixou cair, nem desistir de nada e que me deu aulas de humanidade. 

É ao seu lado que quero estar, quando o sol deixar de brilhar e quando as cortinas do palco dessa vida se fecharem. Adiantaria alguma coisa, se te dissesse que ninguém no mundo pode amar tanto alguém como eu te amo?


6 comentários:

  1. Sou sua fã, que lindeza de texto. Muita pureza.

    ResponderExcluir
  2. Perfeito, magnífico. Uma obra prima.

    ResponderExcluir
  3. Que o destino permita que a sua “caduquice” se confunda com a minha e que o nosso sempre dure para sempre até envelhecermos..
    quero ter a sorte de um amor assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim sempre sonhei com meu amor. Apesar da distância, e de todas as outras coisas q me impedem de estar ao seu lado, de ficarmos juntos. Vvc é a única pessoa q eu queria ao meu lado, a única pessoa que me faria feliz de vdd. �� TE AMAREI PARA SEMPRE QUERIDA.

      Excluir
    2. Assim sempre sonhei com meu amor. Apesar da distância, e de todas as outras coisas q me impedem de estar ao seu lado, de ficarmos juntos. Vvc é a única pessoa q eu queria ao meu lado, a única pessoa que me faria feliz de vdd. �� TE AMAREI PARA SEMPRE QUERIDA.

      Excluir